Acesse o Portal  do Ministério da Saúde
Acesse o Portal do Governo Brasileiro
 
Fale Conosco
Mapa do Site
Sites de Interesse
Perguntas Freqüentes
Escolha seu Perfil
Espaço Cidadão Profissional de Saúde Setor Regulado
DestaquesCadastre-se nos Boletins Eletrônicos da Anvisa
Em Questão - O Governo Informa (site da Presidência da República)
Licitação
 

 

Anvisa Divulga - Notícias da Anvisa: Diário e Mensal

Brasília, 7 de agosto de 2006 -15h
Dois lotes de medicamentos são suspensos

A Anvisa suspendeu, cautelarmente, o comércio e uso, em todo país, de dois lotes de medicamentos, por não atenderem às exigências regulamentares da Agência. As resoluções foram publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (4/8).

O lote nº 0274497 do produto Hincomox (Amoxilina Triidratada 250mg/5ml), fabricado pelo Laboratório Teuto Brasileiro, de Anápolis (GO), apresentou volume em desacordo com o informado pelo fabricante. O medicamento é utilizado para tratamento de infecções causadas por bactérias, tais como bronquite, pneumonia e infecções do trato urinário.

Já o lote nº 25082 do antiviral Herpesil (Aciclovir 200mg), produzido pela empresa Hexal do Brasil, de São Paulo (SP), apresentou resultado insatisfatório no ensaio de determinação do tempo de dissolução, o que pode comprometer a efetividade do tratamento. O medicamento é usado contra o Herpes Simples e infecções causadas pelo vírus Varicella-Zoster.

Foi determinada ainda a suspensão da importação, distribuição, comércio e uso de todos os medicamentos fabricados a partir de 1º de abril de 2005, pela empresa Core Healthcare, da Índia, e importados pela Claris Produtos Farmacêuticos, de São Paulo (SP). O Certificado de Boas Práticas de Fabricação da empresa expirou no final de março de 2005 e não foi renovado.

Informação: Assessoria de Imprensa da Anvisa

 
Endereços Importantes
  Voltar Subir Imprimir  
Copyright 2003 - Anvisa