Acesse o Portal  do Ministério da Saúde
Acesse o Portal do Governo Brasileiro
 
Fale Conosco
Mapa do Site
Sites de Interesse
Perguntas Freqüentes
Escolha seu Perfil
Espaço Cidadão Profissional de Saúde Setor Regulado
DestaquesCadastre-se nos Boletins Eletrônicos da Anvisa
Em Questão - O Governo Informa (site da Presidência da República)
Licitação
 

 

Anvisa Divulga - Notícias da Anvisa: Diário e Mensal

Brasília, 17 de setembro de 2008 - 11h25
Encontro nacional de hospitais discute segurança do paciente

Mais de 300 profissionais discutem, a partir desta quarta-feira (17), em São Paulo (SP), o que os hospitais públicos e privados estão fazendo para aumentar a segurança dos pacientes e melhorar a qualidade dos serviços. O 10º Encontro Nacional de Hospitais da Rede Sentinela vai reunir gestores de risco de 210 hospitais brasileiros, além de palestrantes internacionais, técnicos de vigilâncias

sanitárias, pesquisadores e representantes do Ministério da Saúde e da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

Os profissionais brasileiros conhecerão as experiências de duas instituições canadenses apontadas como referência em segurança do paciente: Safer Health Care Now, da província de Alberta e Centre for Global Health Innovation, ligado à universidade de Toronto.

Além da apresentação de experiências nacionais e internacionais bem sucedidas, serão abordados temas, como a acreditação de hospitais e a avaliação de novas tecnologias em saúde. Serão discutidas também a evolução e a qualidade da produção de notificações de eventos adversos (efeitos não desejados decorrentes do uso) e de queixas técnicas (suspeitas de alteração ou irregularidade de um produto) por parte dos hospitais.

O encontro será aberto às 18h pela chefe do Núcleo de Gestão do Sistema Nacional de Notificação e Investigação em Vigilância Sanitária (Nuvig), Luiza de Marilac Meireles e pelo ex-diretor-presidente da Anvisa e atual superintendente corporativo do Hospital Sírio-Líbanês, Gonzalo Vecina Neto.

Simultaneamente, ocorrerá o encerramento do curso de pós-graduação “Saúde Baseada em Evidências”. Resultado de uma parceria entre a Agência Nacional de Vigilãncia Sanitária (Anvisa) e o Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) do Hospital Sírio-Líbanês, o curso formou 957 alunos em 23 estados brasileiros.

O objetivo do curso é capacitar os profissionais da Rede Sentinela para a análise crítica da efetividade e segurança dos tratamentos médicos atualmente disponíveis.

Hospitais Sentinelas

Criada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a Rede de Hospitais Sentinelas constitui uma rede nacional de hospitais, cuja finalidade é a notificação ativa e qualificada de queixas técnicas e eventos adversos relacionados a materiais médico-hospitalares, equipamentos eletro-eletrônicos, medicamentos, sangue e hemoderivados, saneantes e kits diagnósticos.

As notificações geradas dentro dos hospitais são encaminhadas à Anvisa por meio do Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária (Notivisa). Em 2007, as instituições de saúde (hospitais e clínicas) foram responsáveis por 99% (2156) das notificações relacionadas a eventos adversos e 80% (4947) das notificações referentes a queixas técnicas.

O agrupamento e interpretação das notificações aperfeiçoa o conhecimento sobre os efeitos dos produtos, torna possível alterar recomendações sobre seu uso e cuidados, além de subsidiar ações de proteção à saúde pública.

Confira a programação (PDF)

Informações: Ascom/Assessoria de Imprensa da Anvisa

 
Endereços Importantes
  Voltar Subir Imprimir  
Copyright 2003 - Anvisa