APRESENTAÇÃO    

No Brasil,  a categorização dos serviços de alimentação é uma iniciativa pioneira baseada em experiências internacionais bem sucedidas de cidades como Los Angeles, Nova Iorque e Londres.

A Copa do Mundo FIFA 2014 foi o período escolhido para a implantação deste Projeto-piloto,  e sua apresentação aos consumidores brasileiros e turistas.

A proposta consiste em classificar os serviços de alimentação com base em critérios que analisam os aspectos higiênico-sanitários de maior impacto para a saúde dos consumidores.  Essa classificação ficará disponível ao consumidor, dando a oportunidade de que o mesmo saiba com que cuidados e limpeza são preparados os alimentos em seu bar, lanchonete ou restaurante preferidos.

Essa classificação é realizada pela vigilância sanitária da sua cidade com a intenção de ampliar a forma de comunicação do resultado da inspeção ao consumidor e como uma atividade complementar à concessão da licença sanitária.

Para estimular a adesão ao projeto, o Governo destinou aproximadamente R$ 5 milhões, para serem investidos na capacitação dos profissionais das vigilâncias sanitárias municipais e na aquisição de tecnologia. Os recursos foram repartidos entre as cidades-sedes da Copa do Mundo que aderiram ao projeto, de acordo com o número de serviços de alimentação existentes em cada uma delas.