Acesse o Portal  do Ministério da Saúde
Acesse o Portal do Governo Brasileiro
 
Fale Conosco
Mapa do Site
Sites de Interesse
Perguntas Freqüentes
Escolha seu Perfil
Espaço Cidadão Profissional de Saúde Setor Regulado
Destaques
Álcool Gel
Certificado de Livre Comercialização
Denúncias
Influenza Aviária - Produtos Saneantes para o Controle do Vírus
Notificação de Eventos Adversos
Produtos Ácidos e Alcalinos
Produtos Apreendidos
Saneantes - Cartilha de Orientações aos Consumidores
 

 
Saneantes
 
Conceitos Técnicos

Novos Conceitos de Classificação

O que são saneantes?

Água Sanitária

Algicidas para piscina

Alvejantes

Desinfetantes

Desinfetante de água para o consumo humano

Desodorizantes

Detergentes e seus congêneres

Esterilizantes

Fungicidas para piscina

Inseticidas

Jardinagem amadora

Produtos biológicos

Raticidas

Repelentes



O QUE SÃO SANEANTES
– Substâncias ou preparações destinadas à higienização, desinfecção ou desinfestação domiciliar, em ambientes coletivos e/ou públicos, em lugares de uso comum e no tratamento de água, compreendendo:

DETERGENTES E SEUS CONGÊNERES -
são as substâncias que apresentam como finalidade a limpeza e conservação de superfícies inanimadas, como por exemplo: Detergentes; Alvejantes; Amaciante de Tecidos; Antiferruginosos; Ceras; Desincrustantes Ácidos e Alcalinos; Limpa Móveis, Plásticos, Pneus, Vidros; Polidores de Sapato, Superfícies Metálicas; Removedores; Sabões; Saponáceos e outros.

ALVEJANTES -
qualquer substância com ação química, oxidante ou redutora, que exerce ação branqueadora.

DESINFETANTES -
são formulações que têm na sua composição substâncias microbicidas e apresentam efeito letal para microrganismos não esporulados. São eles: De uso geral, Para Indústrias Alimentícias, Para Piscinas, Para Lactários, Hospitalares para superfícies fixas e Hospitalares para artigos semi-críticos.

DESODORIZANTES -
são formulações que têm na sua composição substâncias microbioestáticas, capazes de controlar os odores desagradáveis advindos do metabolismo microrgânico. Não apresentam efeito letal sobre microrganismos, mas inibem o seu crescimento e multiplicação. São eles: Desodorizante Ambiental, Para aparelhos sanitários e outros.

ESTERILIZANTES -
são formulações que têm na sua composição substâncias microbicidas e apresentam efeito letal para microrganismos esporulados e não esporulados.

ALGICIDAS PARA PISCINAS -
são substâncias ou produtos destinados a matar algas.


FUNGICIDAS PARA PISCINAS -
são substâncias ou produtos destinados a matar todas as formas de fungos.

DESINFETANTE DE ÁGUA PARA O CONSUMO HUMANO -
são substâncias ou produtos destinados à desinfecção de água para beber.

ÁGUA SANITÁRIA -
soluções aquosas à base de hipoclorito de sódio ou cálcio, com teor de cloro ativo entre 2,0 a 2,5% p/p, durante o prazo de validade (máximo de 6 meses). Produto poderá conter apenas hidróxido de sódio ou cálcio, cloreto de sódio ou cálcio e carbonato de sódio ou cálcio como estabilizante. Pode ter ação como alvejante e de desinfetante de uso geral.

PRODUTOS BIOLÓGICOS
produtos à base de microrganismos viáveis para o tratamento de sistemas sépticos, tubulações sanitárias de águas servidas, e para outros locais, com a finalidade de degradar matéria orgânica e reduzir os odores.

INSETICIDAS
são produtos desinfestantes destinados à aplicação em domicílios e suas áreas comuns, no interior de instalações, edifícios públicos ou coletivos e ambientes afins para controle de insetos e outros animais incômodos e nocivos à saúde.

RATICIDAS
- são produtos desinfestantes destinados à aplicação em domicílios e suas áreas comuns, no interior de instalações, edifícios públicos ou coletivos e ambientes afins para controle de roedores.

JARDINAGEM AMADORA
– são produtos destinados à aplicação em jardins ou plantas ornamentais, cultivadas sem fins lucrativos, para o controle de pragas e doenças e bem como aqueles destinados a revitalização e ao embelezamento das plantas.

REPELENTES
– são produtos com ação repelente para insetos, para aplicação em superfícies inanimadas e para volatilização em ambientes com liberação lenta e contínua do (s) ingrediente (s) ativo (s) por aquecimento elétrico ou outra forma de energia ou espontaneamente.

 
Endereços Importantes
  Voltar Subir Imprimir  
Copyright 2003 - Anvisa