Módulo 1
Introdução
Propriedades
  Farmacocinética
Tratamento
Comunitárias
Antimicrobianos - Base Teóricas e Uso Clínico

II. Propriedades farmacológicas dos antimicrobianos

1. Farmacocinética


O que é?

A farmacocinética estuda a atividade do antimicrobiano no interior do organismo a partir dos parâmetros de velocidade de absorção, distribuição e eliminação da droga e de seus metabólitos. Com os conhecimentos de farmacocinética e das características do microrganismo frente ao antimicrobiano, é possível adequar posologia, via de administração e intervalo entre cada dose, visando melhorar o resultado terapêutico e, ao mesmo tempo, reduzir a probabilidade de desenvolver efeitos tóxicos potenciais.

 

 


Concentração Sérica

Após a administração de dose padronizada de um antimicrobiano, sua concentração plasmática aumenta rapidamente, até atingir a concentração sérica máxima. Depois disso, na medida em que se distribui entre os tecidos e é eliminado ou metabolizado, sua concentração no sangue vai diminuindo progressivamente até tornar-se nula. A concentração do antimicrobiano detectada no sangue antes da administração da dose seguinte (respeitando o intervalo padronizado) corresponde à concentração sérica mínima.

Representação gráfica
A representação gráfica da relação entre a concentração sérica do fármaco e o tempo (em horas) é dada pela curva de concentração sérica-tempo de antimicrobiano (Figura 2).

Figura 2 - Parâmetros da farmacocinética e farmacodinâmica relacionados com a evolução clínica.

« voltar 1 | 2 » seguir
                                      ATMracional, 2008