I - Introdução

A realização do teste de sensibilidade aos antimicrobianos (TSA) é uma das principais tarefas executadas pelo laboratório de microbiologia. Além de orientar a escolha da terapia antimicrobiana mais adequada, o TSA representa uma importante ferramenta no monitoramento da evolução da resistência bacteriana e age também como um método auxiliar na implantação de medidas de controle que evitem a disseminação de bactérias multirresistentes.


O TSA deve ser sempre realizado na avaliação das seguintes bactérias:

  • Enterobactérias;
  • Pseudomonas spp.,
  • Acinetobacter spp.;
  • Staphylococcus spp.;
  • Enterococcus spp.;
  • Streptococcus pneumoniae;
  • Streptococcus do grupo viridans e beta-hemolítico;
  • Haemophilus influenzae;
  • Complexo Burkholderia cepacia;
  • Stenotrophomonas maltophilia;
  • Neisseria gonorrhoeae e Neisseria meningitidis.

anterior
1 - 2 - 3

© Copyright 2008, MC boas práticas. Todos os direitos reservados