Módulo 1
Introdução
Propriedades
  Farmacocinética
Tratamento
Comunitárias
Antimicrobianos - Base Teóricas e Uso Clínico

III. Tratamento das infecções comunitárias e relacionadas à assistência à saúde diante da resistência microbiana

1. Comunitárias - infecções adquiridas na comunidade
1.1. Trato respiratório

D – Rinosinusite bacteriana aguda (RSBA)

O termo rinosinusite bacteriana aguda (RSBA) tem sido utilizado tradicionalmente para definir uma série de sintomas específicos associados à infecção por bactérias de um ou mais seios paranasais.

Entre 0,5% e 2% dos casos de resfriado comum associam-se ao crescimento de bactérias, favorecendo o desenvolvimento da RSBA. Se estimarmos a incidência de dois a três resfriados por ano na população adulta, é possível calcularmos a freqüência de RSBA de etiologia viral na população de adultos.
Outros casos de RSBA associam-se à presença de rinite alérgica perene ou sazonal; obstrução nasal, principalmente por desvio de septo nasal; imunodepressão e/ou refluxo gastroesofágico. Pode ainda estar associada ao tabagismo, à exposição a contaminantes ambientais e às atividades físicas, como a natação. Embora o padrão para o estabelecimento do diagnóstico microbiológico da rinosinusite aguda seja a punção e aspiração dos seios paranasais, este é um procedimento que não deve ser realizado de rotina.

Classificação
A sinusite é classificada de acordo com a duração dos sintomas e freqüência do processo:

  • sinusite aguda: a sinusite aguda dura até 4 semanas. Geralmente é precedida por um quadro de infecção de via aérea superior e os sintomas costumam evidenciar-se a partir do 5° dia após o início do referido quadro;
  • sinusite subaguda: presença de sintomas leves a moderados, que duram de 4 a 12 semanas;
  • sinusite crônica: caracteriza-se pela persistência dos sintomas e sinais por mais de 12 semanas. É acompanhada de alterações anatômicas e histológicas na mucosa nasal e dos seios paranasais;
  • sinusite recorrente: a sinusite recorrente consiste em 4 ou mais episódios de sinusite aguda em um ano, cada um com uma duração maior do que 7 dias e com resolução completa do quadro entre os episódios;
  • exacerbação aguda: consiste na agudização e/ou exacerbação dos sintomas da sinusite crônica;
  • sinusite complicada: é aquela infecção que se estende mais além dos limites das fossas nasais e dos seios paranasais, podendo ser uma complicação local, orbitária, intracraniana ou sistêmica.
« voltar 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 » seguir
                                      ATMracional, 2008